terça-feira, 26 de maio de 2009

Scared

Bem, aproveitando my lunch time pra ser feliz! Depois do susto de ontem, o dia está mais tranquilo hoje. Ontem foi um desespero, depois de passar 1h da UFMA pro Renascença em um congestionamento louco (o que já é normalíssimo...), cai aquele toró! Resultado: fiquei presa no Wellington das 8h às 23h! O curso inundou literalmente, as salas ficaram cheias de água, os carros que estavam estacionados na porta e lateral foram levados pela enxurrada (graças a Deus eu tinha deixado meu carro no Beijo de Moça, que fica na parte alta). Quando saímos da sala depois do primeiro horário, levamos um susto! A água já estava na metade dos pneus e não demorou nem 15 min para, praticamente, cobrir os carros. Isabelle, minha amiga, perdeu o Space Fox zerado, sem placa!!!! Isso me causou um pânico terrível! Me partiu o coração vê os alimentos e roupas doados para a companha contra as enchentes serem inundados também... Que susto! Vc se sente realmente inundado por uma onda de sentimentos de medo, impotência, insegurança vendo tudo isso acontecer... Imagina só como as pessoas no interior devem estar. Graças a Deus cheguei sã e salva em casa; estava tão apavorada vendo carros e carros parados pelo meio da rua, em cima do canteiro, com água no pneu (isso pq já tinha parado de chover), muitos carros engavetados que só conseguia dirigir a 50km/h. Quando deitei em minha cama quentinha e me enrolei no meu edredon macio agradeci a Deus por ter estado segura e orei por aquelas pessoas que estão desabrigadas. Que esse desespero passe logo...


Para ajudar essas pessoas minha igreja, juntamente com todas as igrejas evangélicas de SL, está com a campanha Elohim Mãos à Obra. Sábado terá um evento 'Elohim Music' para arrecadar alimentos. Se você quiser doar roupas, água e alimentos é só falar comigo, irei buscar onde vc estiver. Junte-se a nós!




Peguei algumas fotos de ontem no imirante.






Trecho do imirante.com


"Ainda no bairro do Renascença 2, o temporal inundou o Curso Wellington. Para tentar vencer a enchente, algumas pessoas escalaram a grande ferro.Mas quem precisava de ajuda para sair teve que contar com o trabalho dos homens do Corpo de Bombeiros que colocaram até uma corda para retirar as pessoas.Uma aluna disse que nem conseguiu entrar. Preocupada, ela aguardava a saída da sobrinha que ficou ilhada dentro do cursinho".
Que sufoco!
Beijinhos ;*

Nenhum comentário:

Postar um comentário