sexta-feira, 31 de julho de 2009

O pôr que o sol sumiu.

"Aiai ...just little thinks that had been steal my sleep. 'Cause this i feeling so tired. I feel that i sleep listening everething around me. But the way... i'll survive. I just need a little security".
Não tenho costume de postar em inglês. Confesso que gosto bastante, mas meu inglês anda muito enferrujado... preciso de 'practice'!
Apesar do desabafo vim postar sobre outra coisa: 'O pôr que o sol sumiu'. Ontem fui à praia com as amigas andar um pouco, sentir a brisa no rosto em um momento nostálgico de despedida. Lu, nossa companheira de curso que está fazendo mobilidade na UFC, está voltando pra lá depois das férias aqui em SL. Todas estamos passando por momentos decisivos e difíceis e a cia. uma das outras semeia força em nossos corações. Enfim, fomos ver o pôr do sol! Nada melhor que presenciar o 'ir' de um dia e saborear a esperança do novo que chegará. Porém o sol se esvaiu... não se pôs ali pra gente. Foi saindo de fininho, fininho e sumiu. Entre nuvens e entre os raios, só restou o mar.
Fiquei pensando no acontecido. Acredito que será assim zilhões de vezes na minha vida... mas pq não me acostumo com a frustração? Não estou falando que fiquei frustrada por causa do pôr do sol (talvez Isa esteja...). Estou indo além... metaforizando. Esperar que o que normalmente acontece, aconteça sempre que eu queira. Soa um pouco... (hummm deixa ver uma palavra)exigente? sufocante? não sei... não achei a palavra. Enfim, soa um pouco o sentimento. Tem muita coisa por trás de tudo isso. Não sei como escrevê-los (e isso é uma tentativa). Com o turbilhão de tudo, lembrei de Smile.



"Sorri quando a dor te torturar e a saudade atormentar
Os teus dias tristonhos, vazios
Sorri quanto tudo terminar quando nada mais restar
Do teu sonho encantador sorri...
Quando o sol perder a luz e sentires uma cruz
Nos teus ombros cansados, doridos
Sorri vai mentindo a tua dor e ao notar que tu sorris
Todo mundo irá supor que és feliz
Sorri vai mentindo a tua dor
E ao notar que tu sorris todo mundo irá supor
Que és feliz.
Smile..."

Só isso! Meus primos (18 ao todo) chegando agora para o tão esperado 'AcampaDentro' (um acampamento aqui em casa de despedida das férias). Depois posto fotos.

...

quarta-feira, 29 de julho de 2009

When you believe

Many nights we pray With no proof anyone could hear In our hearts a hopeful song We barely understand Now we are not afraid Although we know there's much to fear We were moving mountains long Before we knew we could ஜ There can be miracles When you believe Though hope is frail It's hard to kill Who knows what miracle You can achieve When you believe Somehow you will You will when you believe ஜ In this time of fear When prayer so often proves in vain Hope seems like the summer birds Too swiftly flown away And now I am standing here My heart's so full I can't explain Seeking faith and speaking words I never thought I'd say ஜ There can be miracles When you believe (When you believe) Though hope is frail It's hard to kill Who knows what miracles You can achieve (You can achieve)When you believe Somehow you will You will when you believe ஜ They don't always happen when you ask And it's easy to give in to your fear But when you're blinded by your pain Can't see you way safe through the rain a small but still resilient voice Says hope is very near, oh ஜ There can be miracles (miracles)When you believe (When you believe)Though hope is frail It's hard to kill Who knows what miracles You can achieve (You can achieve) When you believe Somehow you will You will when you believe You will when you believe You will when you believe Just believe You will when you believe

(...)

Por muitas noites rezamos Sem prova alguma de quem alguém atenderia Em nossos corações uma esperançosa canção Que mal compreendíamos Agora não temos medo Embora saibamos que há muito o que temer Estávamos movendo montanhas muito antes de sabermos que podíamos ஜ Pode haver milagres quando você acredita Ainda que a esperança seja frágil, É dura de matar Quem sabe que milagre se pode alcançar quando você acredita De algum modo você alcançará Você alcançará quando acreditar ஜ Nesta era de medo Quando a oração tão freqüentemente se mostra em vão A esperança se parece com as aves de verão Emigradas rápido demais E agora estou de pé aqui Meu coração tão preenchido que não consigo explicar Buscando fé e pronunciando palavras Que jamais pensei que diria ஜ Pode haver milagres quando você acredita (quando você acreditar) Ainda que a esperança seja frágil É dura de matar Quem sabe que milagres Se pode alcançar (você pode alcançar)quando você acredita De algum modo você alcançará Você alcançará quando acreditar ஜ Eles nem sempre acontecem quando você pede E é fácil se entregar ao medo Mas quando você estiver cego pela dor Não puder ver o caminho seguro através da chuva uma voz suave mas firme e alegre que Diz que a esperança está bem perto ஜ Pode haver milagres (milagres) quando você acredita (quando você acreditar) Ainda que a esperança seja frágil É dura de matar Quem sabe que milagres Se pode alcançar (você pode alcançar) quando você acredita De algum modo você alcançará Você alcançará quando acreditar Você alcançará quando acreditar Você alcançará quando acreditar Apenas acredite Você alcançará quando acreditar ஜ

http://www.youtube.com/watch?v=CxIN79n4jVo

terça-feira, 28 de julho de 2009

DivulgandoOoOoO



Seminário com Maria Rita Kehl. Já tinha citado a obra dela por aqui no post 'Com que roupa eu vou'. Fica o convite ao evento. Beijooooos ;*

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Atualizando...

Eita que esse meu clima de férias não tá deixando eu fazer nada produtivo! Nuuusss!!!! As únicas coisas que já sairam dos 'planos intelectuais' para as férias foram: retornar (pela enésima vez) a leitura de Mentiras no Divã e um levantamento bibliográfico de artigos sobre o tema da mono. Certeza que irei me arrepender dessa minha boa vida que estou levando. Tenho que providenciar um solução urgentemente pra isso.
Então, como não poderia deixar de fechar a semana com chave de ouro, o fds foi MARA! Intenso, intenso, intenso! Sexta, de saída postei aqui rapidinho, do encontro com as meninas... peeenseee! Nos divertios à beça! Incrível como algumas coisas não mudam nunca, i love this! Sábado um aula-sow no Praetorium e a famosa, de sempre. encontro da turma de papai. Esse ai merece destaque. Esse encontro é mais velho que eu - esse ano foi o 28º - e a cada ano me divirto mais (acho que estou ficando velha e me divertindo com os 50'oes'!!!). Pode contar que são as mesma histórias e estórias todo ano, mas a cada ano com um detalhe novo. Adoro essa turma! São meus eternos 'tios'. À noite, eu e Guga fizemos um home-cine aqui com Kaká, Robinho, Kaio e o povo daqui. Muito divertido! Na verdade passeio o fds inteiro vendo filmes, coisa que não fazia há séculos! Sobrou um e terminei de vê-lo ainda pouco: Closer, perto demais. Bem intenso o filme, sem muitos comentários.
No mais, acho que só! Estou cansada! Fiquei das 8h às 18h em cima de um salto de 13cm. I just wanna my bed! Beijos e queijos ;*
Algumas fotos do fds -->
http://s684.photobucket.com/albums/vv206/MaiaraMarques/MaiTatyFabiCarla/

sexta-feira, 24 de julho de 2009

With Friiieenndssss

Uma postagem rapidinhaaaaa. Tenho que já me arrumar! Eu e as meninas (Taty, Carla e Fabi) marcamos pra por os papos em dia! São minhas inseparáveis amigas do tempo de escola, mais de 6 anos estudando (e treinando vôlei) juntas. Entãããoooo, hoje promete! Ebaaa \o/

Na verdade a semana toda foi bem animada. Segunda níver do Érico (meu primo) no shopping, ai só imagina, a 'tiarada' junto com a 'primalhada' reunida colocando os papos em dia enquanto os guris viam Harry Potter. Terça foi a vez do reencontro com minhas amigas da UFMA com Lu que veio passar as férias aqui... aiiihhnnn tanto assunto que a noite foi pouca! Quarta níver de Raissinha minha prima e ontem visita ao meu sogrão que tá na cidade.

No mais, super ansiosa com os preparativos pro congresso... \o/

E só! Vou voar que tenho menos de 30min pra encontrar as meninas.


Beijooooos ;*
(Amiguetes: Isa, Keyli, eu e Lu)

terça-feira, 21 de julho de 2009

Muito bom dia.

Hoje o dia começou beeeem. Graças a Deus! Já estava na hora de dá férias pra melancolia.
Musiquinha que adoro e acordei com ela na cabeça.

Todo dia ela faz tudo sempre igual
Me sacode às seis horas da manhã
Me sorri um sorriso pontual
E me beija com a boca de hortelã

Todo dia ela diz que é pra eu me cuidar
E essas coisas que diz toda mulher
Diz que está me esperando pro jantar
E me beija com a boca de café

Todo dia eu só penso em poder parar
Meio dia eu só penso em dizer não
Depois penso na vida pra levar
E me calo com a boca de feijão

Seis da tarde, como era de se esperar
Ela pega e me espera no portão
Diz que está muito louca prá beijar
E me beija com a boca de paixão

Toda noite ela diz pra eu não me afastar
Meia-noite ela jura eterno amor
Me aperta pra eu quase sufocar
E me morde com a boca de pavor

Todo dia ela faz tudo sempre igual
Me sacode as seis horas da manhã
Me sorri um sorriso pontual
E me beija com a boca de hortelã

segunda-feira, 20 de julho de 2009

Ao dia do amigo!

Por Você
(Barão Vermelho - Composição: Roberto Frejat / Guto Goffi / Mauro Santa Cecília)

Por Você
Eu dançaria tango no teto
Eu limparia
Os trilhos do metrô
Eu iria a pé
Do Rio à Salvador...

Eu aceitaria
A vida como ela é
Viajaria a prazo
Pro inferno
Eu tomaria banho gelado
No inverno...

Por Você!
Eu deixaria de beber
Por Você!
Eu ficaria rico num mês
Eu dormiria de meia
Prá virar burguês...

Eu mudaria
Até o meu nome
Eu viveria
Em greve de fome
Desejaria todo o dia
A mesma mulher...

Por Você! Por Você!
Por Você! Por Você!

Por Você!
Conseguiria até ficar alegre
Pintaria todo o céu
De vermelho
Eu teria mais herdeiros
Que um coelho..

Eu aceitaria
A vida como ela é
Viajaria à prazo
Pro inferno
Eu tomaria banho gelado
No inverno...

Eu mudaria
Até o meu nome
Eu viveria
Em greve de fome
Desejaria todo o dia
A mesma mulher...

Por Você! Por Você!
Por Você! Por Você!

Nã Nã Nã Nã Nã...

Eu mudaria
Até o meu nome
Eu viveria
Em greve de fome
Desejaria todo o dia
A mesma mulher...

Por Você! Por Você!
Por Você! Por Você!
Por Você! Por Você!
Por Você! Por Você!

quinta-feira, 16 de julho de 2009

Ahhh! Hoje não tô afim!

Essa foi a frase que mais falei nos últimos dias! Tô sem vontade de fazer nadica de nada! Só ficar em casa, deitadinha, vendo, no máximo, televisão. Até postar aqui no blog não tenho vontade. Apesar dessa minha morosidade, ontem fiz um programa legal. Eu, Gustavo e amigos fomos visitar um navio no Porto do Itaqui. Conhecemos o CBO-Emanuela, um abastecedor da plataforma da Petrobrás em Barreirinhas. Pra quem sempre disse que jamais iria andar ou trabalhar em um navio, mudei de idéia rapidinho. O Emanuela é um luxo! Alto padrão e tecnologias novísssimas. Tio Edvan fez questão de conhecermos todos os compartimentos, desde os motores até a cabine super moderna. Tiramos muitas fotos, depois posto no Photobucket e ponho o link aqui.

No mais, passeio pelo shopping e umas comprinhas básicas. Pelo menos isso me animou um pouco =]

Então é só! Vou descer e ver mais tv.

Bjs ;*

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Às Magras!

Nada contra as que tem formas mais volumosas, mas eu prefiro as magras! Soa mais elegante, toda roupa veste bem, me sinto mais jovem todos os dias, mais leve... Então, fiz uma lista das minhas magras preferidas, fora eu, claro! heheheh


HAUAHAUAHAUAHU Fiquei o máximo no meio dessas belezuras! Só me divertindo... estudar naaadaaa! Hunf!
Beijos e fui ;*

quarta-feira, 8 de julho de 2009

O sol do fim da tarde.

Hoje foi um dia bem sereno. Não há nada melhor que a sensação de que muitas coisas foram resolvidas ao longo do dia. Eu e Gu resolvemos ir caminhar na praia no fim da tarde, fazia tempo que não fazíamos isso. É uma delícia caminhar juntos, planejar, sentir aquela brisa suave, contemplar a imensidão do mar e claro sentar e assistir ao pôr do sol. Registrei o momento, mas nada como a memória e os sentimentos eliciados pelo eterno sol do fim da tarde. Com a alma lavada e o espírito renovado tudo fica mais fácil. Thank u God.


terça-feira, 7 de julho de 2009

Dança da Solidão

Solidão é lava
Que cobre tudo
Amargura em minha boca
Sorri seus dentes de chumbo...

Solidão, palavra
Cavada no coração
Resignado e mudo
No compasso da desilusão...

Viu!
Desilusão, desilusão
Danço eu, dança você
Na dança da solidão...

Camélia ficou viúva,
Joana se apaixonou,
Maria tentou a morte,
Por causa do seu amor...

Meu pai sempre me dizia:
Meu filho tome cuidado,
Quando eu penso no futuro,
Não esqueço o meu passado
Oh!...

Desilusão, desilusão
Danço eu, dança você
Na dança da solidão
Viu!
Desilusão, desilusão
Danço eu, dança você
Na dança da solidão...

Quando vem a madrugada
Meu pensamento vagueia
Corro os dedos na viola
Contemplando a lua cheia...

Apesar de tudo existe
Uma fonte de água pura
Quem beber daquela água
Não terá mais amargura
Oh!...

Desilusão, desilusão
Danço eu, dança você
Na dança da solidão
Viu!
Desilusão, desilusão
Danço eu, dança você
Na dança da solidão...

Desilusão!
Marisa Monte

Nostalgic days

Dias de lembranças de tempos bons e incertezas de um futuro cheio de esperança.
Uma semaninha fora de casa e sem tempo pra postar.

Então fica Sutilmente do Skank.

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe

E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce

Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti

Mesmo que o mundo acabe, enfim
Dentro de tudo que cabe em ti

Mai ;*