quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Confesso!

Confesso que estou lendo Crepúsculo!
Confesso que estou adorando...
Confesso que não sou muito de seguir as modinhas dos livros que todo mundo sai lendo adoidado, mas depois de tanta mídia...
Confesso que fiquei curiosa (então lá vou eu, vamos experimentar!)
Ai...
Confesso que estou sem tempo para ler alguma coisa que não seja Psicologia então...
Confesso que estou usando os meus 30 minutos de antecedência que chego no estágio (7:30am) para ler o livro.
Confesso que no primeiro dia já tinha lido mais de 50 páginas!
É...
Confesso que já tinha visto o filme com algumas amigas e acredito que, por isso, consegui me adaptar rapidamente à história do livro, dando imagem e vida as personagens na minha mente.
Confesso que o personagem de Edward Cullen não conquista só a Bella hehehe
Confesso que depois que acabar Crepúsculo vou engatar Lua Nova
Confesso que tenho que terminar Lua Nova antes que o filme chegue ao cinema.
É...
Confesso que vou ao cinema ver Lua Nova
Confesso que estou me sentindo uma traidora por ainda não ter terminado a série Delírios de Consumo e ter lido Crepúsculo antes da 5ª Avenue, mas sei que Becky Bloom vai me perdoar. Tenho certeza que ela também iria adorar Crepúsculo hehehe
Confesso que realmente eu fico apaixonada pelos personagens dos livros, principalmente quando eles são tão complexos e estranhos como Becky, Edward e Bella.
Confesso que adoro romances, até os mais esquisitos (como esse)
Confesso que tenho inveja dessa autora... Como ela consegue pensar uma saga tão fantástica?
Hunf...
Confesso que fico triste quando termino de ler os livros.
Confesso que adoro ler.
Ahhh....
Chega de confessar!

sábado, 24 de outubro de 2009

Doutores da Alegria =)

Essa semana inteira estive envolvida na Jornada de Psicologia Hospitalar. Atuar em hospitais é um grande projeto meu, um sonho, uma paixão. Do 3º ao 6º período fiz estágio no HU-Materno Infantil e esse estágio realmente fez a minha cabeça. Trabalhar no hospital não é fácil! Lidar com o sofrimento do OUTRO e com o SEU em estar vivenciando o sofrimento de outra pessoa que vive a vulnerabilidade naquele momento (algo que todos nós estamos sujeitos) realmente é muito difícil. Mas meu papel como Psicóloga é estar ali, não necessariamente ter respostas, mas estar ali... ouvir, acolher, ajudar o outro a lidar com sua nova condição de vida, sendo de uma doença, uma internação. O papel é estar disposto a RESGATAR a condição humana.


E disposição foi o que encontrei nos Doutores da Alegria - os besteirologistas. Ontem no encerramento foi nos passado o documentário do trabalho deles (http://www.youtube.com/watch?v=EtpGqzI9OIg&feature=PlayList&p=4A7F6F0D3573D2DB&index=8) que já está em DVD (o link é um vídeo do YouTube que fala do documentário). Eu conhecia os Doutores do Riso, um projeto que tem aqui em SL no H. Aldenora Bello, mas o trabalho dos Doutores da Alegria é FANTÁSTICO! Trouxe um pouco da história do Projeto.


É uma projeto que atua no Rio de Janeiro, São Paulo e Recife em 12 hospitais ao todo e conta com 37 artistas. "O programa de visitas a hospitais é o pulso dos Doutores da Alegria. Em 1991, quando tudo começou, a idéia de atores-palhaços brincando de ser médicos para interagir com pacientes hospitalizados era vista com resistência. O trabalho baseia-se nos valores e princípios que norteiam a própria interação do palhaço dos Doutores da Alegria com a criança. O palhaço entra, provoca, cria uma ligação de confiança através da graça, faz borbulhar o ambiente e segue seu caminho. Assim, os Doutores da Alegria implementam em cada hospital um programa que, aos poucos, passa a ser do próprio hospital, na medida em que o ambiente assimila a função do palhaço e os profissionais de saúde percebem que as relações que constroem com as crianças internadas podem ser ainda melhores, inclusive mais leves".

É um misto de Arte, Vida, Alegria, Respeito, Responsabilidade, Amor pelo próximo, inclusive quando se tratam de crianças hospitalizadas. "O hospital é o cruzamento da rotina com o imprevisível. Do mesmo com o inusitado. Da mesmice com a urgência. Do tédio com a iminência da morte. E o trabalho dos Doutores passa por essa 'esquizofrenia'. Entre a repetição e a eterna descoberta".

Esse trabalho é mais do que essencial! As crianças reagem ao estímulo 'alegria' e os resultados são excelentes. Vou deixar a página oficial do projeto e o blog. Já é uma idéia que mora no meu coração.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

A alma dança

A dança e a alma

A dança? Não é movimento
súbito gesto musical
É concentração, num momento,
da humana graça natural

No solo não, no éter pairamos,
nele amaríamos ficar.
A dança-não vento nos ramos
seiva, força, perene estar
um estar entre céu e chão,
novo domínio conquistado,
onde busque nossa paixão
libertar-se por todo lado...

Onde a alma possa descrever
suas mais divinas parábolas
sem fugir a forma do ser
por sobre o mistério das fábulas

Carlos Drummond de Andrade


"... e que seja perdido o dia em que não se dançou uma única vez."
Nietzsche
ps. essa é a foto mais perfeita do mundo!

domingo, 18 de outubro de 2009

Comunidade 1

Será um tributo às minhas comunidades.


And the Oscar goes to:

Odeio pessoas efusivas



- Sorrisos demais.

- Abraços demais.


- Conversas demais.


- Detalhes demais.


- Perguntas demais.


- Proximidade demais.



Tudo isso sem a menor intimidade.


Tudo uma grande falsidade!

sábado, 17 de outubro de 2009

Far away

Nessas horas queria que meu blog fosse só meu... falar em silêncio é chato.
Medir palavras, encontrar sinônimos, podar a linguagem.
Enfim, vim falar em silêncio.
Lábios serrados, sem palavras, respiração pouca, coração apertado... angústia.
Angústia do não dito, do não explicado, do imposto, do desconsiderado.
O que vc sente quando alguém quebra um trato!?
Pra mim, então, sobra o silêncio, a angústia, a raiva, as lágrimas, a solidão, a ausência.
Nascem pensamentos de momento que fazem todo sentido.
Os olhos são abertos para o não visto.
A mente para o que não se quer acreditar.
Um misto de raiva, angústia, decepção...
Entendo minha vontade de estar tão longe, tão afastada, tão despreendida...
Algumas pessoas precisam de distância... acho que eu preciso sempre.
Estar em um lugar que não conheço ninguém, onde não preciso dialogar, onde desconheçam de mim, sem envolvimentos... i need keep away, so far away.
Away...
awa...
aw...
a...
....

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Email (in)DESEJADO! Será!?

Clico! Não Clico. Clico! Não clico.

(...)

Clico! Não Clico. Clico! Não clico.
Clico! Não Clico. Clico! Não clico.
Clico! Não Clico. Clico! Não clico.
Clico! Não Clico. Clico! Não clico.
Clico! Não Clico. Clico! Não clico.

Fiz jus à minha neurose.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

New look

Descobrindo mais coisas nessa internet.

Essa semana foi o Ym!

Minha avatar estava com a mesma roupa desde 2005!

Ó Jesus! Can't believe!

New look, right now!

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Outubro Rosa

Esse mês é rosa! Nesse mês meu blog terá um charme especial... o rosa! E não é capricho não. Trata-se de uma causa nobre! Esse mês foi escolhido como mês de combate ao câncer de mama. Quem trabalha em hospitais ou tem contato com pessoas que sofrem com o câncer de mama entende os reais prejuízos físicos e psicológicos que permeiam esse tema, considerando a importância e a representação social que a mama feminina tem na sociedade em que vivemos. Então, nada mais justo que lembrar a todos os blogueiros do Brasil, e principalmente as blogueiras, de entrarem nessa campanha também.

O Outubro Rosa é um projeto desenvolvido pela FEMAMA (Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama) e tem o objetivo de alertar e orientar sobre a importância da detecção precoce do câncer de mama, ressaltar a relevância da mamografia e prestar informações sobre a saúde da mama e contribuir para erradicação do câncer de mama como uma doença que ameaça a vida.

O projeto consiste em ações como iluminação de monumentos históricos que já passou pela Torre de Pisa na Itália, o Arco do Triunfo na França e pelo nosso querido Cristo Redentor (no último dia 5). O ápice da campanha acontece amanhã, quinta-feira, dia 8, quando será estimulado o uso do laço alusivo à campanha e vestir roupas cor-de-rosa.

E como não podia deixar de ser, Reese Witherspoon (rosamente e eternamente Elle Woods) representa muito bem essa campanha! A atriz esteve vestida em um quimono rosa em um evento em Tóquio colaborando coma causa.


Aqui vão algumas dicas para 'estar rosa' esse mês:
- Pendure panos, faixas ou um laço cor-derosa em sua fachada, sacada, janelas;
- Prepare um jantar para seus amigos e coloque à mesa toalha e guardanapos cor-de-rosa;
- Enfeite seu carro com fitas cor-de-rosa na antena, no retrovisor ou no chaveiro;
- Vista-se de cor-de-rosa, crie um detalhe no seu figurino, um lenço, uma fita ou um cachecol amarrado à bolsa ou à mochila;
- Use e abuse do rosa no seu site, blog, Twitter, Orkut ou Facebook;
- Fale com outras pessoas sobre a importância do autocuidado e da detecção precoce do câncer de mama;
- Se você tem tempo disponível, contribua, seja voluntária da causa ao lado de entidades e grupos de apoio à saúde da mama.



Beijos a todas, façam auto-exame das mamas e muito rosa esse mês!

segunda-feira, 5 de outubro de 2009

CIÚME

Quer ententer o que leva uma pessoa a ter ciúme e o que mantém esse comportamento?

Então, venha participar do mini-curso

Ciúme: uma possibilidade de interpretação analítico-comportamental‏


Psicóloga Profª Drª Nazaré Costa


20 e 21 de outubro de 2009


O tema ciúme é extremamente relevante pois permeia imporatntes questões ligadas à atividade do psicológo, especialmente na terapia individuais e de casais, na terapia infantil, na compreensão e intervenção diante da violência doméstica e até na atuação nas organizações.


Mais informações
in_formandose@hotmail.com