terça-feira, 24 de novembro de 2009

Teorizações Twilight

Tirei um tempo pra vim aqui. Meu querido blog está abandonado de idéias; as últimas três postagens foram "Ctrl C" + "Ctrl V", mas isso demonstra minha vontade, mesmo sem tempo, de atualizar meu cantinho.

Minha cabeça está cheia de coisas, o tempo passando, tarefas a cumprir, a pressão da monografia, as tão temidas decisões, o compromisso com o estágio, comissão de formatura, projetos pessoais... enfim! Não vou reclamar desse mundo de atividades, pois eu mesma escolhi isso. Dificilmente me acomodaria com uma rotina monótona. Gosto do desassossego, gosto do novo, da aventura, do desafio. Então, é isso! Tema da monografia difícil (coisas de sintoma!), pouquíssima bibliografia em português, o que me obriga e traduzir milhares de artigos, livros e etc. Mas como eu adoro tudo isso, meu corpo logo reage com uma imensa euforia (biologicamente: adrenalina) só em pensar nos projetos. É tanto entusiasmo que em alguns momentos preciso conectar à terra e voltar. Misturado com todo entusiasmo claro que tem o medo, e nessas horas de assombrosa desesperança que o planejado não dê certo eu sempre procuro meios de me libertar desse sentimento que poda tanto o ser humano.

É comum eu "fugir da realidade" com o cinema, livros, músicas. Como de costume, meus companheiros fiéis têm sido os livros. Quer dizer, os filmes também... hummm e as músicas também. Alguém já deve tá desconfiando do que eu estou falando, né!? Tá quase óbvio! Certo, certo... estou falando da saga-febre-terceira-maior-bilheteria-da-história-do-cinema-lider-por-mais-de-25semanas-consecutivas-na-The New York Times-bestseller-list. Ooooh PLEASE! Eu já disse, em outro post, de todas as minhas resistências em pensar que não gostaria da saga, mas simplesmente desprezar esse fenômeno mundial? Pra mim foi impossível.

Há uma semana terminei de ler o 4º livro - Amanhecer - e estou convivendo com a nostalgia esse tempo todo. Lua Nova está no cinema e ainda não fui vê-lo, estou deixando as fãs histéricas passarem pelo único cinema de SL (isso é uma crítica!) pra que eu possa apreciar o clássico. Aliás, já andei ponderando e realmente estou considerando que a saga tem a possibilidade de se transformar em um clássico. Talvez essa seja a verdadeira intenção da autora por trás de páginas tão bem escritas. E digo isso, não só pela citação recorrente da obra de William Shakespeare - Romeo e Julieta - , mas pela metáfora do amor impossível com o final feliz que todo mundo quer pra vida. Dessa vez os protagonistas Edward e Bella não tentam unir duas famílias, como Romeo e Julieta fizeram com suas mortes, mas unir dois mundos (claro, numa realidade fictícia) com um Ideal de amor.

Acredito eu que é esse Ideal de amor que está abastecendo a fúria sentimental de metade das mulheres do mundo inteiro. E diria que isso seria (pra mim) um renascimento do romantismo. Na verdade, uma resposta para as relações líquidas da modernidade. O ideal de um homem (desconsiderando que ele é um vampiro, pois acredito que isso realmente não importa em muita coisa nesse contexto) nascido em 1901 que 'vive' até hoje conservando seus valores e com adaptação bem moderna - cursa o colegial, valoriza a família, um ótimo estudante, músico, tem um carro super moderno e está disposto a te amar pela eternidade. Ahhhh pela'mordi'deus! Isso é o "mais-além" que toda mulher deseja.

Não precisa estudar Psicologia ou entender de Psicanálise pra ver que não se trata de um capricho adolescente. A escritora foi além! Tenho certeza que ela sabe disso. Ela impregnou o livro de valores que ela considera 'saudáveis' como ter relações sexuais somente após o casamento, por exemplo. Não só isso! Ela tocou no desejo de uma entrega sincera, de ausência de mentiras, de investimento no bem do outro... isso tudo é o que um dia todos os humanos idealizaram e que, na maioria das vezes, já foi quebrado por frustrações, decepções.

Com tudo isso, é bem óbvio que os leitores de todo o mundo não iam ficar satisfeitos em manter isso nas páginas de papel. O romance já alcançou as telonas e em grande estilo. O segundo filme, como já disse, conquistou a terceira maior bilheteria da história do cinema e está, pelos relatos que já ouvi, conquistando aos poucos o público masculino (mas desconfio que não seja por conta do romance e sim pelas cenas de ação e rivalidade entre as duas tribos que lutam pela fêmea).

Só tem um problema, os fãs ainda não se contentaram com as telonas e estão projetando o romance para a vida real dos atores. De fato, há indícios que essa projeção não foi feita só pelos fãs, mas pelos próprios atores também. Mas estou falando da 'perseguição' que os leitores estão fazendo ao suposto romance entre Kristen Stewart e Robert Pattinson. Essa identificação já ganhou até nome: ROBSTEN (http://robsten.com/). Acredito que isso seja perseguição a um desejo. O desejo de um amor imutável, metáfora que a autora faz com a condição dos vampiros.

Além desse investimento baseado no amor, espera, compreensão, confiança e entrega que envolve o romance de Edward e Bella, o livro traz outras lições de família, união, perdão, mudança, aceitação da condição diferente do outro, superação e escolhas, muitas escolhas. A autora consegue misturar suas idéias "românticas" à fantasia, magia de outro mundo que desperta o imaginário das coisas irreais, levando os leitores para outra dimensão - a dimensão Twilight.

Confesso que esse post está impregnado de paixão. Eu sou verdadeiramente apaixonada por outras realidades que não sejam a minha! Sorri, chorei, vibrei, prendi a respiração, fiquei imóvel enquanto os olhos corriam os parágrafos, finalmente... me apaixonei. Como sempre me apaixonando pelos personagens dos livros... convivo com alguns em minha memória até hoje.

É, esse post já está deveras longo e ainda não coloquei nem metade das idéias que formulei enquanto lia esses livros. Como diz uma de minhas comunidades, eu costumo formular minhas próprias teorias (sem desconsiderar outras, claro). Gosto de explicar as coisas do meu jeito, levando em consideração a forma como vejo os fatos. Por isso, não espero seguidores de idéias. Ainda vão vir muitos posts falando do tema. E o espaço está aberto para mais teorizações. Esse é o mais legal!

Beijos da mais nova 'FANpire' do pedaço! hehehe
;**

3 comentários:

  1. Prima, ótimo!
    Pensei que fosse te encontrar na fila do BOX, sentadinha no chão, esperando tua sessão chegar sábado.

    HAHAHAHHAHA =D

    Show de bola
    BEIJO

    ResponderExcluir
  2. PERFEITO!
    Disse tudo. Essa saga é ralmente maravilhosa!
    bjos

    ResponderExcluir
  3. muito bom!!
    o post me deixou mais curiosa, sobre a saga!!
    bjs

    ResponderExcluir