sexta-feira, 12 de março de 2010

Reflection

“Eu estava habituada somente a transcender. Esperança para mim era adiamento. Eu nunca havia deixado minha alma livre, e me havia organizado depressa em pessoa porque é arriscado demais perder-se a forma. Mas vejo agora o que na verdade me acontecia: eu tinha tão pouca fé que havia inventado apenas o futuro, eu acreditava tão pouco no que existe que adiava a atualidade para uma promessa e para um futuro”.


Fonte: A Paixão Segundo GH, Clarice Lispector

Superando uns grilos aí...

Bjo, bjo.

2 comentários:

  1. lindo mesmo. Sua maroquinhaaaa, achou que eu ia abrir o jogo no meu blog né? hahaha

    ResponderExcluir