quarta-feira, 12 de maio de 2010

A imagem da Hipocondria



"Uma série de organismos se cavalgam e se metamorfoseam dentro do próprio organismo do sujeito, cada função, cada órgão é multiplicado ao infinito, o sangue está animado do ritmo da natureza, a idade e o corpo se estendem ao infinito, se dissolvem ou se deformam, tornados indefinidamente plásticos e elásticos. Frequentemente enrolados em espirais monótonas, esses delírios se desenvolvem em conceitos pseudocientíficos, metafísicos ou biológicos. A hipocondria torna-se então apocalipse. Astrólogo, taumaturgo, mago, mas também vítima expiratória, não sabemos distinguir se o delirante acusa seus distúrbios corporais ou prodigaliza seus dons". A Hipocondria dos Delírios Crônicos por Caixeta em Psicologia Médica.

Diante da descrição sintomatológica nesse nível de complexidade, percebe-se que o paciente se sente a todo o momento invadido. Sente que seu corpo é atacado pelo mundo perigoso, ‘frio’ e ‘agressivo’. O hipocondríaco se sente inseguro e desprotegido diante das doenças que existem. A partir daí ele perde sua liberdade frente à doença e passa a se relacionar com o mundo através de seus sintomas. Segundo Caixeta (2005 p.273) “fecha-se em um círculo interminável e mortal (...) abre-se com o sintoma para o mundo em busca da vida” (grifo meu).

Esse é meu tema que tem tirado meu sono, minha paz, meu sossego: tema de monografia! Fica aqui um pequeno trecho (adapatado) da minha própria angústia.

5 comentários:

  1. Eu visito sim, mas eu nao entendo teus posts psicológicos! Hahahaha
    Mas tu sabe que eu sou tua fã! rs

    E EU QUERO O CD ^^

    ResponderExcluir
  2. poxa, pela imagem pensei q seria um post sobre a paixão e sua sensação de borboletinhas na barriga, mas não... ela tinha q trazer sua angustia para os outros :P

    Você que gostei muito de seu tema. É muito interessante e curioso.

    vai ser 10 na certa.

    p.s: vc vai m convidar pra assistir, não vai?

    ResponderExcluir
  3. Poxa, eu sou mt lerda com essas coisas da net. Agora que descobri como comentar com minha conta do google (primeiro comentava como anônimo e assinava meu nome embaixo, depois com nome sem URL kkkkkkkkk).

    ResponderExcluir
  4. Paulinha fica correndo de blog em blog para ficar comentando!! Vai procurar criar um blog pra ti! AHuahauhauha
    Ia ser legal né?! Paulinha escrevendo em um blog.

    ResponderExcluir
  5. hhahahaha oww Paulinha... meu blog vai ficar super chato por enquanto. Estou muito sem tempo de postar e até de pensar em coisas legais. Mas não se preocupe, tenho muitos planos para pós-mono!

    E realmente, Ric! Eu sinceramente não sei o que está faltando pra dona Ana Paula criar um blog... Mas por enquanto ela já tem o cargo de comentadora oficial no de Greta hahahhaha


    Beijos, pessoas!

    ResponderExcluir