terça-feira, 23 de novembro de 2010

Desassossegada

Outro dia, participando de uma dinâmica de grupo, pediram pra eu me definir em uma palavra. Bem, achei redundante. Eu - definir - uma palavra? Contraditório, no mínimo. Mas enfim, escolhi uma pra não ser a estraga prazeres hehehe  Essa foi a primeira que veio à minha mente. E eu adoro essa palavra!



"Desassossegados do mundo correm atrás da felicidade possível, e uma vez alcançado seu quinhão, não sossegam: saem atrás da felicidade improvável, aquela que se promete constante, aquela que ninguém nunca viu, e por isso sua raridade.

Desassossegados amam com atropelo, cultivam fantasias irreais de amores sublimes, fartos e eternos, são sabidamente apressados, cheios de ânsias e desejos, amam muito mais do que necessitam e recebem menos amor do que planejavam.

Desassossegados pensam acordados e dormindo, pensam falando e escutando, pensam antes de concordar e, quando discordam, pensam que pensam melhor, e pensam com clareza uns dias e com a mente turva em outros, e pensam tanto que pensam que descansam."

Martha Medeiros

Foto: Henri Cartier-Bresson, Martine's Legs,1968

Ps. acho que já até postei esse texto, ou trecho dele, em outro momento, mas sabe como é sintoma né??

7 comentários:

  1. Desassossego - lembra-me Pessoa. Inevitavelmente.

    ResponderExcluir
  2. Acho que entendo bem o que é isso rsrsrrs.

    Ei, tem selinho pra ti lá no meu blog. bjão

    ResponderExcluir
  3. Isso é a pura verdade.
    Quando me perguntaram isso, eu disse que era CONSTÂNCIA.

    Mas ser constante é muito chato.
    Acho que ser inconstante é mais radical. heheheheh

    ResponderExcluir
  4. Essas dinâmicas colocam a gente em cada situação né? Acho que uma vez falei que eu era tranquila...hehehe
    beijo mai!

    ResponderExcluir
  5. É verdade, algumas delas nos obrigam a dizer até o que não somos hahaha

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkkkkkkkkkk
    encontrei minha definição:

    "Desassossegados amam com atropelo, cultivam fantasias irreais de amores sublimes, fartos e eternos, são sabidamente apressados, cheios de ânsias e desejos, amam muito mais do que necessitam e recebem menos amor do que planejavam."

    Sou assim, já tentei mudar... Planejo demais... todos dizem que já tenho amor suficiente, mas nunca me basta e sempre quero mais...

    :**

    ResponderExcluir