quarta-feira, 23 de março de 2011

Olheiras: dica de nutricionista

Últimamente, entre um livro e outro e poucas horas de sono tenho reclamado bastante das olheiras. Não é pra menos, hein! Então nada melhor que o Dr. Google pra ajudar... meio que um fast medical. O problema que a grande maioria da pesquisa traz resultados como rodelas de pepino congelado, batata idem e tem até pétalas de rosa no meio. A verdade é que não sou uma paciente aderente a terapias alternativas. Gotinhas de homeopatia... lalá. Prefiro no creminho que revitaliza as celularzinhas ou uma daquelas terapias bem "não preciso fazer esforço nenhum, deito na cama e relaxo".

Na busca, encontrei esse artigo da nutricionista Fernanda Granja (clica!). Bem interessante, apesar de exigir uma mudança nos hábitos, mas acho que vale à pena.



Há influência da alimentação no aparecimento ou agravo das olheiras?

As olheiras são causadas pela pigmentação escura nas pálpebras inferiores associada a uma leve depressão no local. Elas podem surgir devido às dificuldades no sistema circulatório ou pela concentração de melanina sob os olhos. A exposição ao sol, a gravidez, as noites mal dormidas, o período pré-menstrual, o estresse, o álcool, o fumo e o choro, por exemplo, fazem com que o sangue fique mais concentrado na região, por vasodilatarem os vasos, acentuando as olheiras. Assim como esses fatores, uma alimentação desequilibrada também favorece o aparecimento e o agravamento delas, pois está realcionada com o sistema circulatório.

Estudos mostram também que olheiras profundas são um sinal de intestino intoxicado Muitas pessoas com olheiras sofrem de alergias alimentares e não sabe disso. É preciso avaliação individual e realmente descobrir o motivo da alergia.

Que alimentos podem ajudar a prevenir ou tratar? Aqueles que contêm fitoestrógenos, por exemplo, são indicados?

Alguns alimentos podem ajudar a prevenir as olheiras, dentre eles encontramos a semente de linhaça, rica em ômega 3 que protege os capilares sanguíneos evitando a vasodilatação dos vasos, bem como o atum, o salmão e a sardinha.

Alimentos antioxidantes, por exemplo, os ricos em vitamina C como a acerola, a laranja mamão entre outros e os ricos em vitamina E como as oleaginosas também apresentam papel fundamental.

Sendo essencial que seja evitado o excesso de sal, para não piorar a congestão dos vasos na região uma vez que ele causa retenção de líquido. Alimentos que contém fitoestrógenos, como no caso da soja (leguminosas), da quinua e da linhaça (já citada), podem ajudar uma vez que auxiliam no bom funcionamento do sistema circulatório. Evitar alimentos que prejudiquem o intestino. Isso vai de pessoa para pessoa.

Podemos indicar um alimento-chave para prevenir ou tratar as olheiras? Por que motivo ele merece ser destacado, nesse caso específico?

Podemos dizer que a linhaça por conter ômega 3 e fitoestrógenos é uma grande aliada contra as olheiras. Lembrando que ela precisa fazer parte de uma dieta equilibrada.

Quanto é preciso consumir, para perceber os efeitos citados?

A recomendação para a ingestão de linhaça, é de duas colheres de sopa por dia.

E, finalmente, em quanto tempo consumindo o alimento, pode-se perceber os primeiros efeitos?

Se a pessoa consumi-la juntamente com uma dieta equilibrada e uma adequada ingestão de água, seus benefícios serão mais rapidamente perceptíveis, mas não se pode falar exatamente.

Bem, é isso aí. Espero que sirva pra mim e pra vocês!

Beijos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário